Liturgia Diária
Início
Noticias
#Papa Francisco  Por: Assessoria de Comunicação, 07/03/2018 - 13:04:40 - Atualizada em: 07/03/2018 - 13:04:40
Em catequese, Papa Francisco afirma que a Redenção não é a pagamento

"A missa é o sacrifício de Cristo, que é gratuito. Se quiser fazer uma oferta pode, mas não é a pagamento", disse Francisco ao proferir a catequese na audiência geral. O Papa também enalteceu os atletas paraolímpicos dos Jogos na Coreia.

Em seu ciclo de catequeses sobre a Sagrada Liturgia, nesta quarta (07) Francisco se ateve a Oração Eucarística, que no contexto da Santa Missa, é feita após a apresentação do pão e do vinho e é o momento central da celebração. 

O Papa explicou que nesta solene Oração, a Igreja expressa a comunhão com Cristo realmente presente no pão e no vinho consagrados. Seu significado é que toda a assembleia de fiéis se una com Cristo ao magnificar as grandes obras de Deus e oferecer seu sacrifício: na verdade, ‘o sacrifício de Cristo e o sacrifício da Eucaristia são um único sacrifício’.

A Oração tem início com o Prefácio, que é uma ação de graças a Deus especialmente pelo envio de seu Filho, nosso Salvador e que se conclui com a aclamação do Santo. Em seguida, se faz a invocação do Espírito para que com o seu poder, consagre o pão e o vinho. Jesus foi muito claro nisso: “Este é o meu corpo, este é o meu sangue”. Não devemos ‘estranhar’ isso: é a fé que nos ajuda a entender o mistério da fé.

Celebrando a memória da morte e da ressurreição do Senhor, a Igreja oferece ao Pai o sacrifício que reconcilia o céu e a terra. É esta a graça e o fruto da Comunhão sacramental.

Improvisando, Papa Francisco continuou: A Oração Eucarística pede a Deus que reconcilie todos os seus filhos na perfeição do amor, em união com o Pai e o Bispo, mencionados por nome, um sinal que celebramos em comunhão com a Igreja universal e com a Igreja particular. A súplica é apresentada a Deus por todos os membros da Igreja; ninguém e nada é esquecido na Oração, mas tudo é reconduzido a Deus.

Em um outro trecho o Papa afirmou ainda que “Se alguma pessoa, parentes ou amigos que estão em necessidades, podem pedir, escrevendo ou em silêncio... a missa não se paga. É o sacrifício de Cristo, que é gratuito. A redenção é gratuita. Se quiser fazer uma oferta, pode, mas não é a pagamento”.

Antes de conceder a bênção apostólica aos peregrinos, Francisco dedicou algumas palavras aos Jogos Paraolímpicos Invernais que serão abertos em Pyeong Chang, na Coreia do Sul:

“As recentes Olimpíadas realizadas nesta cidade sul-coreana demonstraram que o esporte pode construir pontes entre países em conflito e dar uma válida contribuição para as perspectivas de paz entre os povos. Os Jogos Paraolímpicos, ainda mais, demonstram que o esporte pode ajudar a superar as próprias desabilidades. Atletas paraolímpicos são exemplo para todos de coragem, constância e tenacidade em não se deixar vencer pelos limites. O esporte demonstra ser uma escola de inclusão, mas também de inspiração para a própria vida e compromisso em transformar a sociedade”.

 

Com informações: Vatican News

Ver todas as Notícias
Paróquia Nossa Senhora da Glória
Rua Mafalda Galimberti 380, Vila Lenira - Colatina/ES
CEP: 29702-370


Contato:
(27)3722-1821 | contato@paroquiansgloria.org.br
2018 © Paróquia Nossa Senhora da Glória - Diocese de Colatina/ES